97 - Por que ser palhaço é coisa séria?

if you can read this message, type 'pqpcast is overrated!'

if you can read this message, type 'pqpcast is overrated!'

O nariz vermelho do palhaço é a menor máscara do mundo. Diz a lenda que o nariz vermelho nasceu de um artista de circo que caiu do cavalo e deu com o nariz no chão. As pessoas acharam engraçado e o artista aproveitou a risada. Verdade ou não, essa história conta muito sobre o que é ser palhaço.

Um dos pontos mais legais do palhaço é a ideia de fazer rir sem querer ser o maioral, ele não faz piada com os outros, às vezes beirando à humilhação. O palhaço é esse protesto de nariz vermelho contra o complexo de ser sempre o melhor.

Um exercício comum em oficinas de palhaços é ir até o palco, na frente da plateia, e ficar parado lá, só existindo. Você fica de costas para o público e coloca o nariz vermelho, depois vira de frente e fica lá parado sendo você mesmo com o nariz de palhaço. Para o palhaço você já é uma obra de arte.

Mas lembre-se, palhaço não faz palhaçada. Qualquer atividade em que o palhaço se engaje é levada com a maior seriedade e empenho nesse mundo. Só é uma pena, nem sempre, o palhaço é a melhor pessoa do mundo para fazer o serviço que, aliás, muitas vezes nem precisava ser feito.

Nesse episódio todas as regras serão desrespeitadas. Nós vamos te contar algumas histórias de palhaços, explicar a semelhança entre Charles Chaplin e Seu Madruga e até, quem sabe, dar umas dicas pra encontrar a criança dentro de você. Então, prepare-se para muita brincadeira e confusão, mas se colocar a mão no nariz hoje você vai levar tapão no PQPCast.


Podcast convidado


Assine nosso Feed

Twitter

[FaceBook]

[Instagram]

[ello]